PARA ONDE IAM OS MORTOS NO VELHO TESTAMENTO? (2022)

Para onde iam os salvos no Velho Testamento.; Sheol e Hades

Vimos que a lei não salva ninguém, mas a fé que o indivíduo exerce na provisão de Deus para solucionar a questão do pecado em sua vida, essa fé sim é que o salva e o une novamente a Deus. Estudamos a provisão de Deus no V.T. através do sacrifício de animais, onde o animal morria no lugar do homem pecador, o animal era o substituto. Porém, vimos também que o sangue daquele animal não tirava o pecado do home, apenas cobria o homem, o livrava da a ira de Deus, que é santo, e então o homem podia se relacionar com Deus.

Então, surge uma pergunta: para onde iam os santos do V.T. quando morriam? Eles estavam salvos, pois creram na provisão de Deus para aquela época, mas quando morriam, seus corpos eram enterrados e a alma e o espírito não podiam ir para o céu, o sangue de Jesus não havia sido derramado por seus pecados e no céu não entra pecado. Estudamos que sangue de bodes e touros não removem pecados; então para onde iam quando morriam?

Até Jesus Cristo, os santos, os salvos do V.T. quando morriam, iam para um lugar chamado Sheol ou Hades. Sheol, no hebraico, é “nome de um lugar”, não tem tradução. No N.T., em grego, a palavra é Hades. Não como tradução, mas didaticamente, podemos chamar de “o lugar dos mortos”. Vamos analisar a figura em anexo.

Todos os homens, antes de Jesus, quando morriam iam para o Hades. O Hades ou Sheol, é um lugar no centro da terra. A Bíblia diz: “iam para baixo”. Então, a pessoa morria, seu corpo era enterrado, e a alma e o espírito iam para o Hades. O Hades é dividido em dois compartimentos, um chamado “paraíso ou seio de Abraão” e outro chamado de “lugar de tormentos”. Entre os dois compartimentos há um abismo. Quem morria crendo na provisão de Deus, ia para o “paraíso ou seio de Abraão” e os que morriam não crendo na provisão de Deus, iam para o “lugar de tormentos”. O “Tártaro”, o mais profundo abismo, é o lugar onde estão aprisionados anjos caídos que agiram em rebeldia extrema, veremos adiante.

ÞLucas 16:19~31 Muitas pessoas chamam essa passagem de parábola, mas não é uma parábola, é uma história. Jesus contou a história de um homem chamado Lázaro. Se fosse uma parábola, Jesus diria: “um certo homem mendigo”, mas aqui Ele disse: “um mendigo chamado Lázaro”. Nas parábolas não aparecem nomes próprios.

V.19~22; não confundir que todo homem rico não é salvo e que todo homem pobre é salvo; Jesus não está dizendo isso de forma alguma.

V.22; “Veio a morrer o mendigo…”, aqui começa o nosso enfoque.

V.23; “No Hades…”; outras traduções dizem “No inferno…”, e isso gera confusão. A palavra inferno não é a palavra Hades. Hades é o nome de um lugar. Inferno, na Bíblia, é o “lago do fogo”, chamado “tofet” no hebraico e “geena” no grego. Inferno é o lago do fogo e enxofre preparado para Satanás e seus anjos caídos, nunca o inferno foi preparado para os homens (ÞMateus 25:41). Não existe ninguém ainda no inferno, hoje o inferno está absolutamente vazio. O anti-cristo e o falso profeta serão os primeiros a irem para o lago do fogo, que é o lugar do estado eterno para os perdidos (ÞApocalipse 19:20).

O lugar de tormentos é como uma sala de espera para o inferno; é duro falarmos assim, mas temos que aprender. V.23; “No Hades, … estando em tormentos…”, por isso esse compartimento é chamado de lugar de tormentos, é para facilitar o estudo.

“… viu ao longe Abraão…”; vemos o rico, que está no lugar de tormentos, conversando com Abraão, que está no paraíso. Então, eram lugares no mesmo local.

“… No Hades estando em tormentos, levantou os olhos…”, precisou olhar para cima. Portanto, o lugar de tormentos ficava mais abaixo que o paraíso.

“… e viu ao longe Abraão e a Lázaro…”; vocês acham que Lázaro e Abraão estavam no céu? Não, porque o Hades fica no centro da terra, fica embaixo, não sabemos onde, mas sabemos que é na terra e embaixo (ÞI Samuel 2:6). Þ Efésios 4:9~10; diz que Jesus desceu as partes mais baixas da terra, ao seio da terra. Então, no lugar de tormentos o rico consegue ver Abraão e Lázaro, que foi levado para o seio de Abraão. (Vejam como Abraão é um marco na história).

V.24; “E clamando disse: pai Abraão, tem misericórdia de mim…”; ele era descendente de sangue de Abraão. “…porque estou atormentado nesta chama”, já está atormentado.

V.25; o que Jesus está ensinado aqui é que não é a nossa posição social e bens que vão nos salvar.

V.26; “… entre nós e vós está posto um grande abismo…”, aqui é Abraão falando.

V.27; o que o rico estava querendo? “Olha pai Abraão, manda Lázaro voltar a casa de meu pai, V.28 porque tenho cinco irmãos”. Reparem a consciência, a total lembrança de tudo após a morte física.; Em nenhuma vez esse rico disse: “eu estou aqui injustamente”. Creio que o grande tormento é passar desta vida física para a morte eterna e lembrar, lá no Hades, de todas as oportunidades perdidas. Não é brincadeira, pois podemos ver isso retratado nesse homem rico.

V. 28; vejam a preocupação do rico com seus cinco irmãos que ainda estão na terra; ele não está mais preocupado consigo mesmo. Depois que a pessoa morre não há mais nada a fazer, caso houvesse ele estaria pedindo; “manda rezar pela minha alma”, “manda acender uma vela para mim”, “manda fazer isso ou aquilo”. Não existe mais nada a fazer.

Þ Hebreus 9:27; aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo depois disso o juízo. Þ Jó 7:9~10; aquele que desce à sepultura, nunca mais tornará a subir; nunca mais tornará a sua casa.

V.29; “Disse-lhe Abraão: Tem Moisés e os profetas; ouçam-nos”. Em outras palavras Abraão disse: leiam a Bíblia.

V.30; morto nenhum jamais voltou e jamais vai voltar. Todo morto que aparece nas seções espíritas, ou seja lá onde for, são demônios familiares. São demônios destacados que acompanham a pessoa o tempo todo, sabem até imitar a voz da pessoa e os assuntos que a envolve. Este homem estava pedindo para que Lázaro voltasse e Abraão vai deixar muito claro que só há uma maneira de voltar, é ressuscitando.

V.31; “… ainda que ressuscite alguém dentre os mortos.”

Jesus explica muitas coisas nesta história:

1º) Para um morto voltar a terra, somente ressuscitando. Abraão foi bem claro. 2º) Após a morte não há mais nada a fazer pela alma das pessoas. 3º) Há total consciência da pessoa após a morte; quem é, onde está, reconhece os outros, etc. 4º) A pessoa aceita o lugar onde está, pois nessa história não houve reclamação do homem rico, ele somente pediu para mandar Lázaro voltar e avisar seus, e não irem para aquele lugar que ele estava. Lá acaba toda ilusão, toda mentira, toda névoa, todo sofisma; lá toda a verdade aparece. Ele sabia; “mande que meus irmãos encontrem o caminho para não virem para cá”.

Entenderam? Que passagem mais esclarecedora, quantos ensinamentos. Então, as pessoas morriam e iam para o Hades, para o “seio de Abraão – paraíso” ou para o “lugar de tormentos”.

Quando Jesus morreu, morreu primeiro a morte espiritual e depois a morte física e desceu aos “infernos”. O credo católico diz: “desceu a mansão dos mortos”. A palavra é mesmo o Hades; muitos falam: “desceu ao Hades”.

Þ Efésios 4:7~10

V.8; “subindo ao alto…”, quem? Cristo.

V.9; “…desceu as partes mais baixas da terra?”

V.10; “Aquele que desceu é também o mesmo que subiu…”

Então Jesus desceu ao Hades. Veremos que Jesus desceu também ao “tártaro”, onde proclamou Sua vitória aos espíritos em prisões.

Þ I Pedro 3:18~20; pregou aos espíritos em prisão; onde? no tártaro, o mais profundo abismo. ÞII Pedro 2:4; inferno, aqui a palavra é “tártaros”.

Þ Judas 6; anjos reservados em prisões eternas; guardados para o juízo do grande dia, quando então irão para o lago do fogo. Portanto, Jesus foi também ao “tártaro”, o mais profundo abismo. Lá Jesus pregou o evangelho aos espíritos em prisões; o mais correto e falar que Jesus “proclamou” o evangelho aos espíritos em prisões. A palavra no grego “pregar o evangelho” é diferente de “proclamar”, aqui é mais no sentido de proclamação. Jesus faz uma proclamação aos espíritos em prisão, no tártaro (local que não se refere aos que estão no “seio de Abraão”, nem aos que estão no “lugar de tormentos”), local onde estão anjos aprisionados; anjos são espíritos. A Bíblia nunca usa a palavra espírito sozinha para designar homens; para homens é comum a palavra alma. “Aos espíritos em prisão”, refere-se a anjos; aos quais Jesus proclamou Sua vitória. Vemos então, que nenhum ser no universo desconhece esse fato.

Em seguida Jesus pegou todos os que estavam no Hades, no lugar do seio de Abraão – paraíso e disse: “Agora Eu substitui o sangue dos animais que cobriam seus pecados diante do Pai; o Meu sangue já foi derramado e vocês estão lavados”. Jesus substitui o sangue da expiação, o sangue dos animais, pelo Seu próprio sangue, para as pessoas que estavam aguardando, para as pessoas que creram na provisão de Deus no V.T. Então, Jesus os leva para o 3º céu, lugar da habitação de Deus, onde hoje é chamado de “paraíso”, e fecha o “seio de Abraão”.

ÞMateus 16:18; e as portas do Hades não prevalecerão contra a igreja. A palavra correta aqui também é Hades e não inferno. Jesus está dizendo: “ninguém da igreja virá para cá”. Agora que o sangue de Jesus já foi derramado, todos os que morrem lavados nesse sangue, que morrem fisicamente, a alma e o espírito vão para o céu diretamente ao encontro do Senhor. Paulo diz: “eu prefiro deixar este corpo e estar com Cristo”. Onde está Cristo? A direita de Deus Pai, portanto no céu.

O “seio de Abraão” no Hades está fechado, as pessoas da igreja que morrem não vão para lá. Cada um da igreja que adormece (este é o termo a que a Bíblia usa para os que morrem salvos, ÞI Coríntios11:30) está lavado pelo sangue de Cristo, fecha os olhos na terra e vai imediatamente para o encontro com o seu Salvador no céu. A Bíblia diz que o corpo adormece, pois no arrebatamento aquele corpo vai ser restaurado e vai subir para o céu.

ÞLucas 23:39~43 O ladrão que creu em Jesus na cruz, quando morreu, teve uma experiência singular,. ele foi para o Hades, para o “seio de Abraão – paraíso” V.43. Vimos em ÞEfésios 4:10 que Jesus desceu e aqui Jesus falou para o ladrão: “hoje estarás comigo no paraíso”. Por isso aquele lugar no Hades é também chamado de paraíso.

Mas hoje, onde está o paraíso? No 3º céu.

Þ Efésios 4:8; “subindo ao alto, levou cativo o cativeiro”. Þ II Coríntios 12:2~4; paraíso é sinônimo de 3º céu.

Quando Paulo foi arrebatado ao 3º céu, ele fala ora 3º céu ora paraíso. (já estudamos que existe o 1º céu – o azul que vemos, o 2º céu – a estratosfera e o 3º céu – o céu dos céus, o lugar da habitação de Deus).

Então o paraíso foi levado para o 3º céu. Jesus falou: “hoje estarás comigo no paraíso” e a Bíblia diz que Jesus desceu ao seio da terra, as partes inferiores da terra. Depois Paulo fala que “fui ao 3º céu, fui ao paraíso”. O paraíso é o conjunto dos salvos do V.T. que agora podiam subir ao céu, pois Jesus derramou o Seu sangue; substituiu o sangue dos bodes e dos touros. Jesus levou-os para cima e hoje toda pessoa que morre crendo em Jesus, os que adormecem em Cristo, imediatamente sua alma e espírito, vão para o céu, vão para o paraíso.

Fonte: Comunidade Pentecostal Nova Vida

#velhotestamento

You might also like

Latest Posts

Article information

Author: Fredrick Kertzmann

Last Updated: 10/15/2022

Views: 6817

Rating: 4.6 / 5 (66 voted)

Reviews: 89% of readers found this page helpful

Author information

Name: Fredrick Kertzmann

Birthday: 2000-04-29

Address: Apt. 203 613 Huels Gateway, Ralphtown, LA 40204

Phone: +2135150832870

Job: Regional Design Producer

Hobby: Nordic skating, Lacemaking, Mountain biking, Rowing, Gardening, Water sports, role-playing games

Introduction: My name is Fredrick Kertzmann, I am a gleaming, encouraging, inexpensive, thankful, tender, quaint, precious person who loves writing and wants to share my knowledge and understanding with you.